“Gosto de recordar a jaculatória que o servo de Deus costumava repetir com frequência, especialmente nas comemorações e nos aniversários pessoais: “obrigado, perdão, ajuda-me mais!”
Papa Fancisco

Como o Papa Francisco, eu, também, gosto de dizer está jaculátoria. Depois de três anos e meio de paróquia é a oração que elevo a Deus. Esta jaculátoria, dita muitas vezes pelo Beato Álvaro del Portilho, cuja a mémoria litúrgica se celebra hoje, foi comentada pelo papa Francisco numa carta lida na beatificação de D. Álvaro em Madri no dia 27 de setembro do ano passado. Leia a carta